terça-feira, 6 de setembro de 2011

Carta do General Bernardim Freire de Andrade ao Bispo do Porto (6 de Setembro 1808)



Ilustríssimo e Excelentíssimo:

Tenho a honra de pôr na respeitável presença de Vossa Excelência uma cópia da carta do General Murray, que agora mesmo venho de receber, e que certamente corresponde ao que sempre pensei sobre a conduta dos nossos Aliados. A nossa bandeira está arvorada na torre de S. Julião, e o Regimento de Artilharia da Corte a guarnece. O Almirante da Esquadra russa vem de o fazer cumprimentar por este mesmo respeito. Enfim, Senhor, esperemos em Deus, que não deixará de abençoar os nossos esforços e a sinceridade das intenções com que tanta gente de honra e de probidade se empenhou no serviço do Príncipe e da Pátria.
Deus guarde a Vossa Excelência.
Quartel-General de Mafra, 6 de Setembro de 1808.

P.S. Remeto a Vossa Excelência uma cópia da carta do General Dalrymple para o Major Aires Pinto de Sousa, pela qual Vossa Excelência verá confirmada a ideia da boa vontade com que os ingleses se prestam a todo o acordo.

Bernardim Freire de Andrada [sic].


[Fonte: Luís Henrique Pacheco Simões (org.), "Serie chronologica da correspondencia diplomatica militar mais importante do General Bernardim Freire de Andrade, Commandante em Chefe do Exercito Portuguez destinado ao resgate de Lisboa com a Junta Provisional do Governo Supremo estabelecido na cidade do Porto e o Quartel General do Exercito Auxiliar de S. Magestade Britanica em Portugal", in Boletim do Arquivo Histórico Militar - Vol. II, 1931, pp. 3-77, p. 46 (doc. 87). Existe uma outra versão desta carta (que não inclui o P.S.), provavelmente traduzida a partir duma tradução inglesa, publicada in Correio Braziliense, Londres, Outubro de 1808, p. 402].

Sem comentários:

Enviar um comentário