terça-feira, 6 de setembro de 2011

Carta do General Kellermann ao General Beresford e ao Tenente-Coronel Proby (6 de Setembro de 1808)




Lisboa, 6 de Setembro de 1808.


Senhores:


Em resposta à vossa carta desta manhã onde me haveis pedido que os recebedores das contribuições fossem dar-vos conta da situação da sua Caixa e da sua receita, desde o dia 31 de Agosto, tenho a honra de avisar-vos que solicitei ao senhor Hermann, Ministro das Finanças, para dar as ordens consequentes, e para entender-se convosco a fim de vos dar a este respeito os esclarecimentos que possais desejar. 
Em relação ao segundo ponto, sobre a extracção duma soma de 80 contos de réis do depósito público, que reclamais com grande determinação, digo-vos que Sua Excelência [Junot], como tem necessidade de dinheiro em contado, a fim de satisfazer o pagamento dos trabalhadores do Arsenal e de muitas despesas urgentes e relativas aos portugueses, julgou necessário dar uso de tal soma, mas estou autorizado a dizer-vos que ele fez entrar na Caixa uma soma equivalente de dinheiros públicos, e que, como existe alguma diferença entre o papel[-moeda] e a moeda [em metálico], esta diferença será provida e compensada. Este é também um dos pontos que o senhor Hermann tratará convosco, por ser da sua competência, mas se preferirdes, podeis tratar com os agentes de tais Caixa.
Tenho a honra de ser o vosso mais humilde e obediente servidor,


O General de Divisão,
Kellermann,
Comissário, etc., etc.,



Sem comentários:

Enviar um comentário