segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Carta do General Wellesley a Lord Castlereagh (22 de Agosto de 1808)



Vimeiro, 22 de Agosto de 1808


Meu caro Senhor:

Depois de vos ter escrito na manhã passada, fomos atacados pela totalidade do exército francês, continuando Sir Harry Burrard a bordo do navio, e obtive uma vitória completa. Era impossível que tropas algumas se comportassem melhor do que as nossas; somente tivemos falta de umas poucas centenas mais de cavalaria para aniquilar o exército francês.  
Enviei o meu relatório sobre esta acção a Sir Harry Burrard, que o enviará para a Inglaterra. Vereis aí que mencionei o Coronel Burne do 36.º Regimento de uma maneira muito particular; e garanto-vos que nada me daria tanta satisfação quanto saber que algo se fez por este velho e louvável soldado. O 36.º Regimento é um exemplo para este exército.
Sir Harry desembarcou durante a tarde, já a meio do combate, e quis que eu continuasse as minhas próprias operações; e evitando-se assim algum desapontamento que poderia ter sentido se não tivesse uma oportunidade de concluir uma acção em que tanto estava empenhado, fui amplamente recompensado pela satisfação declarada pelo exército de que a segunda e mais importante vitória tinha sido ganha pelo seu velho General. Também tenho o prazer de acrescentar que isto teve mais efeito do que todos os argumentos que poderia ter usado para convencer o General [Burrard] a marchar, e creio que ele ordenará a marcha amanhã. De facto, se ele não o fizer, seremos envenenados aqui pelo fedor dos mortos e feridos, ou morreremos de fome, pois já se comeu tudo o que havia das redondezas.
Perante o número de franceses mortos sobre o terreno, e o número de prisioneiros e feridos, penso que eles perderam não menos de 3.000 homens. A força que nos atacou era bastante considerável, e provavelmente não inferior a 14.000 homens, incluindo 1.300 dragões e artilharia, e 300 caçadores a cavalo.
Sir Hew Dalrymple chegou na noite passada, e desembarcará esta manhã.
Acreditai em mim, etc., 

Arthur Wellesley


Sem comentários:

Enviar um comentário