sábado, 3 de setembro de 2011

Carta do Almirante Charles Cotton ao irmão mais velho do General Wellesley, William Wellesley-Pole, Secretário do Almirantado britânico (3 de Setembro de 1808)



Hibernia, na barra do Tejo, 3 de Setembro de 1808. 



Envio inclusa, para conhecimento dos Lordes comissários do Almirantado, uma cópia da Convenção para a evacuação de Portugal por parte do exército francês, acordada entre o Tenente-Coronel Murray e o General Kellermann; esta Convenção foi ratificada pelo Tenente-General Sir Hew Dalrymple, por mim próprio, e pelo Comandante em Chefe francês. Tropas britânicas, que consistem nos Regimentos n.º 3 e n.º 42, desembarcaram no dia 2 para ocupar os fortes de Cascais, Santo António, São Julião e o Bugio, e não se perderá tempo para embarcar as tropas francesas, de acordo com a dita Convenção. 
O Capitão Halsted, Primeiro-Capitão deste navio e Capitão da frota, portador dos ofícios dirigidos a Suas Senhorias sobre a esquadra russa no Tejo, dispõe da minha plena confiança, e será capaz de explicar a Suas Senhorias os motivos que me levaram a ratificar a referida Convenção, como também de dar qualquer informação adicional que se julgue necessária. 
Tenho a honra de ser, etc. 

Charles Cotton 


Sem comentários:

Enviar um comentário