quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Carta do Major Aires Pinto de Sousa ao General Bernardim Freire de Andrade (24 de Agosto de 1808).




Ilustríssimo e Excelentíssimo Senhor:

Na conformidade das instruções de Vossa Excelência falei ao General em Chefe sobre todos os pontos essenciais do Armistício proposto pelo General Kellermann, e parece-me que o negócio não é tão feio como se nos pintou. Em primeiro lugar, o General ouviu-me com muita atenção, e pareceu dar peso às minhas razões. Assentou logo de escrever a Vossa Excelência na data de ontem, referindo-se à cópia dos artigos, como se fosse carta de remessa deles; diz-me mais, que Vossa Excelência a eles fazia muito bem de fazer aquelas observações que parecessem congruentes e que ele General tentaria tudo para as conciliar com as exorbitantes pretensões dos franceses, apoiadas na ameaça de fazer arrasar até aos fundamentos a cidade de Lisboa; quanto às intenções sobre o restabelecimento do Governo, diz que imediatamente [que] saíssem os franceses, considerava restabelecida a Regência estabelecida pelo Príncipe Regente; quanto a fazer intervir o Governo do Porto, respondeu-me que a matéria não era política, mas puramente militar; enfim, muitas outras coisas que eu verbalmente porei na presença de Vossa Excelência e que não cabem no curto limite de uma carta, mas que me dão toda a esperança de que Vossa Excelência e o Exército será considerado, e as suas observações atendidas. Finalmente, espero que Deus nos ajudará, pois que a ninguém desampara.
Deus guarde a Vossa Excelência. 
Ramalhal, 24 de Agosto de 1808.

De Vossa Excelência primo e súbdito o mais atento,
Aires Pinto de Sousa

[Fonte: Luís Henrique Pacheco Simões (org.), "Serie chronologica da correspondencia diplomatica militar mais importante do General Bernardim Freire de Andrade, Commandante em Chefe do Exercito Portuguez destinado ao resgate de Lisboa com a Junta Provisional do Governo Supremo estabelecido na cidade do Porto e o Quartel General do Exercito Auxiliar de S. Magestade Britanica em Portugal", in Boletim do Arquivo Histórico Militar - Vol. I, Lisboa, 1930, pp. 153-227, p. 208 (doc. 37)].

Sem comentários:

Enviar um comentário