terça-feira, 23 de agosto de 2011

Diário do General John Moore (23 de Agosto de 1808)


A bordo da [chalupa canhoneira] Brazen, no alto mar, a 23 de Agosto.



Ancorámos o [navio] Audacious na baía do Mondego na tarde do dia 20, mas poucas foram as embarcações do comboio que conseguiram chegar naquela noite ou no dia seguinte, devido à calmaria e aos ventos fracos. Comuniquei com o Capitão Malcolm do [navio] Donegal, que estava aí estacionado como responsável pelos transportes. Malcolm não recebia informações de Sir Arthur há seis dias, mas presumia que ele tinha avançado até perto de Óbidos. Recebi uma carta de Sir Harry Burrard, que incluía correspondência que ele tinha trocado com Sir Arthur Wellesley. Burrard não tinha ainda visto Sir Arthur, cuja carta tinha sido remetida de São Martinho, no dia 19. Por outro lado, a carta de Sir Harry declarava a sua apreensão por Sir Arthur, que, segundo ele pensava, tinha avançado demais, e como a intenção de Sir Arthur, declarada na sua carta, era marchar para Lisboa por Mafra, o General [Harry Burrard] ordenou-me para desembarcar no Mondego e dirigir-me para Leiria, de forma a que, se sofrer algum revés, Sir Arthur possa ter algum recurso. 
Desembarquei no dia 21, indiquei o terreno onde as tropas se abarracariam quando desembarcassem, pois não queria usar tendas, e, depois de fazer algumas disposições, regressei a bordo. A dificuldade de um desembarque no Mondego é muito grande: somente pode ser feito em certos períodos da maré, e nunca se o tempo não estiver calmo. A barra à entrada do rio é muito má. Até então tinham chegado poucos dos navios [do comboio que transportava o corpo de John Moore], e nenhum trazia o Comissário Geral ou o Estado-Maior do exército. Durante a noite chegou uma parte considerável dos navios, e fizeram-se disposições para o desembarque, no dia seguinte, da cavalaria, da artilharia e da primeira divisão da infantaria. Quando estive em terra vi um Capitão do regimento n.º 45, que tinha deixado o exército de Sir Arthur no dia 18. Este estava então a algumas milhas adiante de Óbidos. No dia anterior, tinha tido um combate com um corpo do inimigo de cerca de 8.000 homens, que se tinham disposto na ladeira no lado oposto duma ravina sobre a qual passa a estrada. Forçámos-los a abandonar aquela posição, mas não sem a perda de 400 ou 600 homens mortos e feridos. Entre os primeiros estavam os Tenentes-Coronéis Lake do Regimento n.º 29 e Stuart do 9.º Regimento de Infantaria. 
O desembarque das tropas, tal como se tinha disposto no dia anterior, começou às oito horas do dia 22, e, depois de ter dado as minhas ordens aos oficiais Generais em relação às disposições que iriam ser levadas a cabo nos próximos dias, eu próprio desembarquei, quando me chegou uma carta, através da Brazen, da parte de Sir Harry Burrard, remetida a poucas milhas a sul de Peniche, ao entardecer do dia 20. Ele tinha tido uma entrevista nessa tarde com Sir Arthur Wellesley, cujo exército estava postado a poucas milhas daí. Junot, com toda a sua força, tinha avançado desde Lisboa, e estava em Torres Vedras. Sir Harry Burrard dizia que julgava que era importante que eu me reunisse imediatamente ali consigo, juntamente com as tropas debaixo do meu comando; e que ele devia continuar no terreno então ocupado por Sir Arthur até que eu me juntasse a ele.
Ele queria que eu partisse imediatamente com as tropas que não tinham desembarcado ainda, e que deixasse alguns oficiais Generais para reembarcar o resto e prosseguir a viagem. Foram imediatamente dadas ordens para parar o desembarque, e, apesar da maior parte da infantaria, muita artilharia, e para cima de 150 cavalos estarem então, por volta da uma da tarde, em terra, ainda assim toda a artilharia e toda a infantaria reembarcou, e uma parte dos cavalos e da frota fez-se à vela antes de anoitecer. O Capitão Malcolm, cujo empenho foi bastante grande, garantiu-me que os cavalos deveriam reembarcar na primeira maré da manhã. Como Sir Harry Burrard declarava na sua carta a vontade de que eu me juntasse consigo sem demora, passei a esta embarcação, a qual me tinha trazido a sua carta, e deixei o General Hope no Audacious para trazer o comboio. O vento, contudo, esteve contra durante toda a noite, e pouco avançámos. Vemos o comboio à distância.

Sem comentários:

Enviar um comentário