segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Proclamação de Junot aos habitantes de Lisboa (29 de Novembro de 1807): o começo da protecção à francesa



O Governador de Paris, Primeiro Ajudante de Campo de Sua Majestade o Imperador e Rei, General em Chefe, Grã-Cruz da Ordem de Cristo neste Reino:

Habitantes de Lisboa:
O meu exército vai entrar na vossa cidade. Eu vinha salvar o vosso porto e o vosso Príncipe da influência maligna da Inglaterra. Mas este Príncipe, aliás respeitável pelas suas virtudes, deixou-se arrastar pelos conselheiros pérfidos de que era cercado, para ser por eles entregue aos seus inimigos; atreveram-se a assustá-lo quanto à sua segurança pessoal; os seus Vassalos não foram tidos em conta alguma, e os vossos interesses foram sacrificados à cobardia de uns poucos de cortesãos.
Moradores de Lisboa, vivei sossegados em vossas casas: não receeis coisa alguma do meu Exército, nem de mim; os nossos inimigos e os malvados somente devem temer-nos. O Grande Napoleão meu Amo envia-me para vos proteger, eu vos protegerei.




in Correio Braziliense, Junho de 1808, p. 8.

Sem comentários:

Enviar um comentário