quinta-feira, 18 de agosto de 2011

From the Desk to the Throne. A New Quick Step by Joseph Bonaparte. The Bass by Mess.rs Nappy and Tally, caricatura gravada por Thomas Rowlandson, segundo desenho de G. Sauler Farnham (18 de Agosto de 1808)



Da escrivaninha ao trono.
Um novo passo rápido por José Bonaparte.
O baixo pelos Messieurs Nappy e Tally.
Caricatura gravada por Thomas Rowlandson, segundo desenho de G. Sauler Farnham, publicada a 18 de Agosto de 1808.


Esta caricatura alude à rápida ascensão de José Bonaparte, de simples advogado a Rei de Espanha (no entanto, tal não corresponde literalmente à verdade: ainda que de facto começasse por exercer advocacia, José Bonaparte, depois do seu irmão ascender ao poder, foi nomeado embaixador e depois ministro plenipotenciário da França, e finalmente Rei de Nápoles, cargo que abandonou em Maio de 1808 para ir ocupar o trono da Espanha). 
Um papel afixado na parede indica que a cena passa-se dentro do escritório do Notário público de Bayonne, cidade francesa onde Napoleão logrou a coroa da Espanha através da abdicação da família real espanhola, trespassando logo de seguida a dita coroa ao seu irmão. Como que interpretando um passo de dança (com música tocada por Napoleão e Talleyrand, como indica o subtítulo), José Bonaparte, vestido como um advogado, equilibra-se com a ponta do seu pé direito sobre o varão duma escrivaninha, enquanto se esforça por alcançar com o seu pé esquerdo a cidade de Madrid, no centro dum Mapa de Espanha e Portugal afixado na parede. Ao mesmo tempo, ergue sobre a sua cabeça umas almofadas franjadas, sobre as quais se vê um ceptro e a coroa de Espanha. 
Todos os funcionários do gabinete olham com espanto para tal passo. Um que se encontra na extrema direita da gravura afirma que passo prodigioso para um escriturário dum notário
Ao seu lado, outro pergunta: Porque vais tu, José, tão murcho [wither]?
José Bonaparte, que de facto é representado com uma expressão triste, olha para baixo e responde-lhe: Para onde [whither] - senão para cumprir o meu alto destino? E como o meu nobre irmão dominar o ceptro de outro! 
Em primeiro plano, outro funcionário declara que ele vai necessariamente por onde o Diabo o conduz, o que lhe pode custar o pescoço!
Finalmente, o último funcionário improvisa uma quadra inspirada no provérbio inglês There's many a slip between the cup and the lip (cujo sentido talvez seja mais compreensível através do dito português "não deites foguetes antes da festa"), mas trocando o termo cup por tankard (caneca), em aparente alusão à (injusta) fama de bêbado de José Bonaparte no território espanhol, onde ficou conhecido como Pepe Botella (literalmente, "Zé Garrafa")

Mas os provérbios falam de muitos deslizes
Entre a caneca e os lábios
E realmente estou inclinado a dar 
Crédito ao provérbio enquanto viver. 



Outras digitalizações:



Brown University Library (a preto e branco).


Sem comentários:

Enviar um comentário