domingo, 14 de agosto de 2011

Apresentação de O Novo Argonauta, poema de José Agostinho de Macedo, no dia 17 de Setembro de 2011, em Olhão



Fazemos um novo parêntesis na ordem cronológica que estamos a tentar seguir para anunciar que no próximo dia 17 de Setembro, pelas 16:00 horas, irá decorrer a apresentação pública da reedição do poema O Novo Argonauta, de José Agostinho de Macedo, na Sociedade Recreativa Olhanense, com a presença confirmada de António Paula Brito, da parte da APOS (Associação de Valorização do Património Cultural e Ambiental de Olhão), do professor António Rosa Mendes, do Almirante Alexandre da Fonseca e de Nuno de Varennes Ramos Chaves Berquó, pretendente do marquesado de Viana (directamente do Brasil através do Skype).

Depois de ter sido publicado originalmente em 1809, O Novo Argonauta foi alvo de uma segunda edição em 1825, tendo então Agostinho de Macedo acrescentado ao poema algumas anotações novas, bem como um novo prefácio. A actual reedição baseou-se precisamente na segunda, a partir da qual o autor das presentes linhas procedeu a uma revisão ortográfica, complementando a obra com novas anotações, ademais de dois textos que visam nada mais do que contextualiar a época e a obra.
Ainda que em termos poéticos O Novo Argonauta deixe algo a desejar, a sua importância reside no contributo histórico que deu Agostinho de Macedo para perpetuar na literatura a gesta da viagem do caíque Bom Sucesso ao Brasil (o primeiro correio marítimo a levar notícias das revoltas portuguesas à Corte no Rio de Janeiro), à qual aludimos brevemente aqui e aqui, e sobre a qual tentaremos dar o devido destaque num momento mais oportuno.


Os interessados poderão comprar os livros na sessão de apresentação, na Livraria Pátio de Letras em Faro, ou através da APOS (apos@olhao.web.pt), pelo módico custo de 6 euros.

Sem comentários:

Enviar um comentário