quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Carta do General Wellesley para o Tenente Coronel Brown (4 de Agosto de 1808)




Lavos, 4 de Agosto de 1808 


Meu caro Senhor: 

Acabo de receber a vossa carta do dia 3, e estou muito agradecido pelos esforços que fizestes para conseguir as mulas para nós; se conseguirdes 100, suponho que este número será suficiente. 
Ficaria contente de vos ver aqui, juntamente com Mr. Walsh, logo que puderem vir. Espero o General Spencer e o seu corpo a todo o instante, e tenciono marchar logo que ele chegue. 
Temos muitas dificuldades devido à falta de cerca de 150 mulas de carga, que deviam completar o número dos cavalos de carga da artilharia do General Spencer, pois tinha a esperança de já ter as 500 que Mr. Walsh deveria ter conseguido comprar. Poderá ele, ou vós, ou o Comandante em Chefe português, fazer algo para nos ajudar a este respeito? Não há mulas de carga na zona? 
Estou-vos agradecido pela minha carruagem e carroça, que tinha pedido para enviardes para aqui assim que o pudésseis. Contudo, o Bispo deve receber o pagamento delas. 
Dizei ao Coronel Trant que não lhe tenho escrito porque nada tenho para lhe dizer particularmente.
Recebi notícias oficiais, da parte de Sir Charles Cotton e de Sevilha, sobre a vitória de Castaños. 
Os franceses que atravessaram o Tejo no dia 26, retiram-se novamente para este lado do rio antes do dia 31. Deveis dizer aos deputados em Coimbra, e ao Bispo, que esta informação é exacta. 
Acreditai em mim, etc. 

Arthur Wellesley 

[Fonte: Lieut. Colonel Gurwood (org.), The Dispatches of Field Marshal the Duke of Wellington, K. G. during his various campaigns in India, Denmark, Portugal, Spain, the Low Countries, and France, from 1799 to 1818 – Volume Fourth, London, John Murray, 1835, p. 49].

Sem comentários:

Enviar um comentário