terça-feira, 19 de julho de 2011

Carta do General e Castaños ao Presidente da Junta de Sevilha (19 de Junho de 1808)



Sereníssimo Senhor:

No dia 17 manifestei a Vossa Alteza o estado das nossas operações e progressos; no dia 18 o General Reding comunicou-me que entrou em Bailén às nove da manhã com a sua divisão e a do Marquês de Coupigny, reunidas segundo as minhas ordens; e que os inimigos se retiravam da dita vila para Guarromán, deixando só uma guarda que foi desbaratada. Escrevi imediatamente a Reding para que atacasse Andújar com as duas divisões pelo seu flanco, enquanto eu o executava pela frente. Ia eu executá-lo na madrugada de hoje, quando às duas dela fui informado que os inimigos evacuavam Andújar, fugindo com precipitação pelo caminho para Madrid. Não posso ocultar com admiração que os habitantes de Andújar não me deram o menor aviso.
Vendo que o inimigo se me escapava, ordenei ao General Lapeña para que com a sua divisão reforçada lhe fustigasse a retaguarda; disposição tanto mais adequada, quanto a do General Reding, que por uma carta me dizia que saía de Bailén às três da madrugada para cair às onze sobre Andújar; de modo que em virtude do seu activo e oportuno movimento, Dupont vai encontrar-se entre aquelas duas divisões e a do General Lapeña. Prometo que o resultado corresponderá às acertadas disposições do plano. 
Espere Vossa Alteza um pouco pelas notícias do desejado e preparado ataque de hoje. 
Ocupo esta cidade com a divisão do General Jones, onde tomei uma posição adaptável às ocorrências. Os inimigos deixaram nela 300 enfermos, e crê-se que o General Vedel morreu na acção de Mengíbar.
O Comandante Cruz também me enviou um aviso, segundo o qual dirigiu-se aos Baños com as suas guerrilhas, para proteger os movimentos das divisões. E se o Coronel Valdecañas seguiu as minhas instruções, encontra a ocasião mais favorável para ocupar Depeñaperros; pois por uma ordem do dia 16 do Chefe do Estado-Maior do exército francês em Bailén ao Comandante de Santa Helena, que foi interceptada, previne o dito Chefe do Estado-Maior ao mencionado Comandante para vir para Guarromán, deixando só 500 homens naquele ponto.
Deus guarde a Vossa Alteza Sereníssima muitos anos.
Quartel-General de Andújar, às 8 da manhã do dia 19 de Julho de 1808.

Francisco Xavier de Castaños

[Fonte: Demostracion de la lealtad espanola: coleccion de proclamas, bandos, ordenes, discursos, estados de exercito y relaciones de batallas publicadas por las juntas de gobierno o por algunos particulares en las actuales circunstancias - Tomo Segundo, Cádiz, 1808, pp. 75-76].

Sem comentários:

Enviar um comentário