sexta-feira, 15 de julho de 2011

Carta do General Dupont ao Duque de Rovigo, General em Chefe dos Exércitos franceses na Espanha (15 de Julho de 1808)



A Sua Excelência o Senhor Duque de Rovigo, General em Chefe dos Exércitos Franceses na Espanha.


Senhor General em Chefe:

Tenho a honra de vos participar que o inimigo apresentou-se hoje em frente de Andújar, diante da nossa posição, com todas as suas forças, entre 15 a 18 mil homens, e a sua artilharia é composta em parte por peças de calibre 12. Enquanto nos atacava frontalmente um corpo de 3.000 homens que tinha passado o rio [Guadalquivir] a norte de Andújar, [outra parte] dirigiu-se através da Serra sobre as nossas costas. O sexto Regimento Provincial foi destacado para combatê-los, rechaçando-os vigorosamente; outro corpo de 5 a 6 mil homens que se encontram em Villanueva [de la Reina] ameaçou o nosso flanco esquerdo; dois Batalhões da quarta Legião foram enviados para contê-los, e houve nesta zona um combate muito vivo, mas o inimigo, apesar da sua superioridade, não pôde desordenar as nossas tropas; e o posto vizinho, do qual tirámos os nossos víveres, não foi insultado. O inimigo marchou igualmente com um corpo considerável sobre Mengíbar, situado no caminho de Jaén para Bailén. O General Liger-Belair, desde há alguns dias a esta parte, cobria esta posição com o objectivo de defender o caminho para La Carolina, e o General Bedel passou esta mesma noite com toda a sua divisão para reforçá-lo. Não tenho ainda os detalhes do que pode ter sucedido, mas tenho motivos para crer que o General Bedel ter-se-á mantido no seu ponto com vantagem. O General Goven marchou esta manhã para Bailén para apoiar o General Bedel: a sua divisão está extremamente debilitada, tendo sido obrigado a deixar outros seis Batalhões, dos quais três se acham em La Mancha e na Serra para manter as comunicações [com Madrid]. É sumamente importante que esta divisão se reúna toda e o mais rápido possível. O inimigo tomou posições sobre as alturas que se encontram em frente de Andújar. Tudo indica que amanhã fará uma nova investida, mais séria do que a de hoje; resistiremos a ela com o maior empenho. Vossa Excelência sabe quão penosa é a posição de Andújar, sobretudo no que diz respeito aos víveres, que se reúnem actualmente com uma dificuldade extrema. O soldado vê-se obrigado a ceifar o próprio trigo e a fazer o seu pão, pois os paisanos abandonaram as suas searas para seguir os rebeldes. Suplico a Vossa Excelência que envie os reforços necessários para voltar a empreender as nossas operações. O interesse de Suas Majestades o Imperador e o Rei de Espanha o exigem, e deve-se sentir muito ter-se permitido ao inimigo de empreender a ofensiva contra nós. Só hoje tivemos uma perda muito pequena para rechaçar os ataques do inimigo.

Dupont

P.S. Tenho notícia do General Bedel, conserva sempre a sua mesma posição: o inimigo não conseguiu nenhuma vantagem sobre nós.


Sem comentários:

Enviar um comentário