quinta-feira, 30 de junho de 2011

Carta de Viscount Castlereagh, secretário de Estado da Guerra, com novas instruções para o General Sir Arthur Wellesley (30 de Junho de 1808)



Downing Street, 30 de Junho de 1808


Senhor:

Depois da carta com as minhas instruções anteriores ter sido fechada, receberam-se avisos de Sir Charles Cotton, desde a foz do Tejo. A informação transmitida nestes avisos não requer que eu altere parte alguma daquelas instruções, excepto no que toca a ordenar-vos que, em vez de irdes pessoalmente à Coruña, devereis mandar um oficial de confiança a esse porto, para executar essa parte das vossas instruções, encontrando-vos depois no Cabo Finisterra ou seguindo-vos para o Tejo. Entendereis que é da maior importância que o vosso corpo parta para o Tejo, sem vos separardes dele, o mais rápido possível. A artilharia que eu tinha dado ordens para que estivesse pronta para o dia 1 de Junho, tendo em vista outro serviço, embarcou com seis morteiros adicionais de 10 polegadas, e partirá do rio [Thames] amanhã, dirigindo-se imediatamente para a foz do Tejo. Dois batalhões adicionais, presentemente acantonados nos arredores de Cork (o 36.º e o 14.º, que consistem em 1.200 homens), foram ordenados a embarcar e a juntar-se à vossa força; para cuja recepção, e para evitar a superlotação das tropas já embarcadas, partiram hoje de Downs embarcações de transporte de 3.000 toneladas, com vento favorável; também partiu, de Portsmouth, o 20.º Regimento de Dragões ligeiros. Penso, portanto, que todas as partes do vosso corpo já partiram daqui; e julgo que encontrareis tudo pronto para a acção quando chegardes a Cork. Contudo, se os dois últimos Regimentos ainda não embarcaram, não atrasareis a vossa partida, antes lhes ordenareis para vos seguirem para o Tejo. Foram enviados 30.000 conjuntos de armas* e um número igual de chuços, aos quais dareis uso conforme o serviço público vos possa requerer. Também foi enviado um suprimento de dinheiro para o uso das vossas tropas. Enviareis para a Inglaterra quaisquer requisições de provisões militares que possais receber das províncias que se declararam contra a França, sendo que o desejo mais sincero do Governo de Sua Majestade é consenti-los enquanto as circunstâncias o permitirem. Em relação ao dinheiro, foram dadas ordens para que se enviassem 200.000 libras a Ferrol, para o uso imediato dos patriotas espanhóis, até que se faça algum novo acordo. As suas operações financeiras seriam muito facilitadas se eles pudessem pôr em circulação na Espanha papel-moeda, o qual seria garantido com as finanças sul-americanas; isto, juntamente com uma taxa moderana sobre os impostos, fornecer-lhes-ia recursos imediatos, e, à medida que uma moeda da referida natureza fosse sendo posta em circulação, isto teria o efeito de agregar os soldados à causa nacional. 
Menciono isto para que, em qualquer comunicação que possais ter com as pessoas que detêm a autoridade, lhes façais prestar a devida atenção sobre este assunto
Tenho a honra de ser, etc.

Castlereagh 



_________________________________________________________________


Nota:

Por conjunto de armas (set of arms, no texto original) deve-se entender o armamento básico de um soldado, ou seja, um mosquete e uma baioneta.

Sem comentários:

Enviar um comentário