sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Notícia publicada na Minerva Lusitana (12 de Agosto de 1808)




Almofala, 12 de Agosto.


Ontem pelas duas horas chegou à vila de Tomar um corpo de tropas francesas comandadas pelo General Loison, que assomavam a três para quatro mil homens. Estiveram acampados nos Olivais de S. André, arrebalde da dita vila, não entrando nela senão alguma cavalaria. Os motivos que obrigaram aquela tropa a dirigir-se inopinadamente para a vila de Tomar foram, dizia o General, para auxiliar e proteger os habitantes dela; mas a protecção não só não foi notável, porque não fizeram roubos dentro da vila, mas até durou pouco tempo, porque na manhã do dia seguinte aquele bando de protectores se retirou precipitadamente pelas nove horas, seguindo a estrada de Torres Novas, e deixando no campo alguns artigos que tinham roubado nos contornos, como roupas; e vários utensílios que tinham trazido, como caldeiras, etc. Souberam, por notícias que naquela vila se tinham derramado, que um corpo das nossas tropas, que montava a 3.000 homens, se achava já em Aldeia da Cruz; salteados de terror, curaram só de salvar-se, e se retiraram pressurosos.



Sem comentários:

Enviar um comentário