terça-feira, 12 de julho de 2011

The Corsican Nurse soothing the Infants of Spain, caricatura gravada por Thomas Rowlandson, segundo desenho de George Moutard Woodward (12 de Julho de 1808)





O aio corso acalmando os "Infantes" de Espanha.

Caricatura gravada por Thomas Rowlandson, segundo desenho de George Moutard Woodward, publicada a 12 de Julho de 1808


Esta caricatura representa Napoleão acalmando momentaneamente as "birras" da família real espanhola, cujos membros aparecem aqui infantilizados, de acordo com a legenda. Devemos salientar que o título nobiliárquico de Infante, vulgarmente dado aos filhos não primogénitos dos Reis das monarquias ibéricas, não existe (a não ser por adaptação) na língua inglesa, onde o termo infant significa, antes de mais, "bebé", "criança" (nos primeiros anos de vida) ou "menor". Assim, o título da gravura não se refere exclusivamente a nenhum Infante em particular, senão aos vários membros da família real espanhola aqui representados como crianças, em alusão à sua falta de astúcia política e à sua condescendência a Napoleão, o qual segura ao colo os Infantes (estes sim de título) D. Carlos e D. António (cujas golas estão fechadas com cadeados), enquanto utiliza os seus pés para embalar os berços imperiais onde repousam o Príncipe das Astúrias e o bom velho Rei e a sua amável consorte (esta última "criança" é a única que não deixa ver o seu rosto, pois está de costas para o marido). Apesar de não ter mãos (nem pés) a medir, Napoleão sorri maliciosamente, enquanto canta uma canção de embalar onde promete às cinco crianças o seguinte: tereis as vossas coroas de novo - mas não sei quando! 

Outras digitalizações:


Sem comentários:

Enviar um comentário